5 Razões Científicas Para Incluir Gordura Na Sua Dieta Para Emagrecer

Tempo de leitura: 10 minutos

Pode parecer uma loucura, mas a gordura de qualidade irá te auxiliar a chegar ao seu peso ideal.

Esse artigo é muito importante se você está fazendo dieta, ainda mais importante se sua dieta for para emagrecer, pois vai te mostrar que não é só de alface que se faz uma dieta.

Cortar todos os alimentos que tem gordura “parece” um bom caminho para quem está de dieta, mas não é o correto.

Estudos comprovam que para emagrecer rapidamente devemos cortar a ingestão de carboidratos industrializados, processados e refinados, todo açúcar e óleos vegetais (margarina e óleos vegetais extraídos de sementes).

Mas, deve-se manter o consumo de gorduras, desde que sejam de alimentos mais naturais possíveis e com moderação.

Além das gorduras, as proteínas também são importantes na sua dieta para emagrecer.

E é para cortar a ingestão de carboidratos refinados, não todos os carboidratos.

Você deve comer carboidratos também, mas desde que eles sejam nutritivos e naturais, por exemplo, os legumes.

Se você quer mesmo emagrecer de verdade tenha um estilo de alimentação baseado no consumo dos alimentos corretos (alimentos de verdade), quanto mais naturais melhor!

Os hábitos saudáveis vão te levar ao seu peso ideal e mantê-lo assim por toda a vida.

Uma dieta baixa em carboidratos (Low Carb) e rica em gorduras boas e proteínas é perfeita para você emagrecer e ter uma vida bem mais saudável.

Além disso, são hábitos alimentares que você pode levar a vida toda sem sofrer.

Eu me alimento assim há mais de um ano e já eliminei todo o peso que precisava e vivo muito bem assim.

Agora Vamos As 4 Razões Científicas Para Incluir Gordura Saudável Em Sua Dieta Para Emagrecer:

1. Gorduras e Diabetes Do Tipo 2

Gorduras e Diabetes Do Tipo 2
Gorduras e Diabetes Do Tipo 2

Estudos recentes demonstraram que os níveis de gorduras saturadas são inversamente relacionados à incidência de diabetes do tipo 2.

Essa doença é causada pela produção do hormônio insulina de maneira ineficiente.

Acredito que você já sabe que são os carboidratos que são os responsáveis por elevar os níveis de açúcar no nosso sangue.

Diabetes do tipo 2 é justamente um problema decorrente da insuficiência do nosso pâncreas de produzir o hormônio insulina de forma suficiente para normalizar estes níveis.

Nós necessitamos de 3 macronutrientes em nossa alimentação: Gorduras, Proteínas e Carboidratos.

Entre estes macronutrientes, as gorduras são as que menor impactam a nossa glicemia e a produção do hormônio insulina.

Além disso, a produção desregulada de insulina pode criar em nosso corpo a condição de acumular tecido adiposo.

Os níveis dos ácidos graxos relacionados ao consumo de amido, açúcar e álcool, estão intimamente associados ao desenvolvimento de diabetes do tipo 2.

2. Preferência Por Macronutriente

Preferência Por Macronutriente
Preferência Por Macronutriente

São 3 os macronutrientes essenciais para nosso organismo, as gorduras, as proteínas e os carboidratos, como já falei.

As gorduras e as proteínas tem o menor impacto na glicemia e na produção da insulina.

Já os carboidratos (principalmente os refinados) tem um impacto muito grande na glicemia e na produção da insulina.

E a produção desregulada de insulina cria no corpo a condição de acumular tecido adiposo.

Além de ter baixo impacto na glicemia a gordura também induz à saciedade e à sensação de estômago cheio.

Por isso é importante consumir as gorduras em nossa alimentação.

Só com estas informações você já percebeu que é importante consumir gorduras saudáveis em sua dieta para emagrecer.

Mas, essas gorduras devem ser de alimentos verdadeiros.

Para saber se um alimento tem gordura natural, pense se ele era consumido antigamente.

Confira 9 fontes de gorduras saudáveis:

  • Manteiga;
  • Ovos;
  • Azeitonas e Azeite de Oliva Extra Virgem;
  • Abacate;
  • Coco e Óleo De Coco;
  • Castanhas e Nozes;
  • Pasta de Amendoim Integral e Amendoim;
  • Sementes;
  • Gordura Animal.

3. Problemas Cardíacos Ligados a Gordura

Problemas Cardíacos Ligados a Gordura
Problemas Cardíacos Ligados a Gordura

Pesquisas desatualizadas, que foram feitas há 30 anos, colocaram que as gorduras levam a problemas cardíacos.

Em 2014, este erro de condenar as gorduras foi corrigido.

Pois foi feita uma revisão de 76 estudos com mais de 600 mil pessoas de 18 países diferentes.

Esta revisão chegou à conclusão de que as gorduras saturadas e as gorduras poliinsaturadas não possuem qualquer relação com problemas cardiovasculares.

Dietas com pouca quantidade de gorduras saturadas não tem efeito algum na questão de mortalidade por doenças cardíacas. (www.cochrane.org)

Japoneses, Gregos, Franceses e os Esquimós possuem dietas que são altas em gorduras saturadas e gorduras e apresentam menor mortalidade por problemas do coração do que a maioria dos outros países.

São 3 as gorduras saturadas que mais nós consumimos: Ácido láurico, ácido esteárico e ácido palmítico.

Está gostando do artigo? Que tal baixar gratuitamente o Ebook "20 Receitas Fitness Para Ganhar Massa e Derreter Gorduras!" Então Clique Aqui.

Na gordura animal encontramos o ácido esteárico, ele é convertido no nosso fígado em ácido oleico (gordura monoinsaturada) e não tem efeitos sobre os níveis de nosso colesterol.

Ácido láurico e ácido palmítico aumentam o colesterol total.

Mas, como eles aumentam o colesterol bom (HDL) mais do que o colesterol ruim (LDL), você está, na verdade, diminuindo o risco de problemas cardíacos.

4. Gordura Auxilia a Reprogramar o Corpo

Gordura Auxilia a Reprogramar o Corpo
Gordura Auxilia a Reprogramar o Corpo

O consumo de alimentos ricos em gordura saudável, como carnes, ovos, manteiga, óleo de coco e azeite, sementes, oleaginosas, e até frutas ricas em gordura, como o abacate e coco, podem auxiliar o corpo a se reprogramar para não acumular gordura.

Se você corrige a ingestão de carboidratos comendo os mais nutritivos e naturais, seu corpo começa a desbloquear a queimar gordura ao invés de queimar somente açúcar (glicose).

Isso auxilia a liberar as travas hormonais que dificultam você de emagrecer.

E que ocorrem justamente devido ao “alto consumo de carboidratos de má qualidade”.

Os carboidratos fibrosos (legumes e vegetais) são naturais, não são refinados e podem ser consumidos liberadamente.

O correto é a ingestão de gorduras naturais e proteínas junto com a correção dos carboidratos.

Isso irá ter um papel fundamental na reprogramação do seu metabolismo, no seu emagrecimento e na sua saciedade.

5. Dr. David Ludwig

Dr David Ludwig e Gordura
Dr David Ludwig e Gordura

Evidências estão surgindo com pesquisas científicas recentemente que desmentem a crença tradicional da pirâmide alimentar.

Estes estudos indicam que dietas low carb (baixa em carboidratos) e high fat (alta em gorduras saudáveis) podem ser benéficas à nossa saúde.

O Dr. David Ludwig (drdavidludwig.com) é um professor e médico endocrinologista da Harvard Medical School (uma pessoa extremamente respeitada).

Ele é especialista em nutrição e obesidade, formado pela Harvard Medical School, justificou seus pontos de vista a respeito disso.

Ele é o autor do livro: “Always Hungry” (Sempre com fome).

Onde fala das diretrizes para uma dieta baseada nessas evidências com ênfase no que se come e não no quanto se come.

Ele explica que seu plano é baseado em pesquisas científicas, mas ainda não é aceito por muita gente da comunidade científica.

Quando comemos carboidratos processados, industrializados e refinados, como pão ou guloseimas, o nível de insulina no seu corpo dispara.

Esse efeito faz com que as células gordas do nosso corpo atraiam e retenham a gordura para elas.

Com mais calorias sendo armazenada nestas células gordas, a quantidade de caloria no sangue diminui e o nosso cérebro nos leva a pensar que estamos com fome.

Esse é uma das maneiras mais rápidas de acumular mais calorias no sangue e comer mais carboidratos processados, industrializados e refinados.

Assim, nós comemos mais e mais este tipo de carboidrato.

Esse círculo vicioso pode acarretar uma maior lentidão no nosso metabolismo e eventualmente a obesidade.

Se você quer emagrecer e levar uma vida muito mais saudável o principal a fazer é comer carboidratos nutritivos e naturais.

Você deve consumir carboidratos de forma inteligente, excluindo de sua alimentação todo carboidrato industrializado, processado e refinado.

Resumindo Porque Incluir Gordura Na Sua Dieta Para Emagrecer

1. As gorduras são as que menor impactam a nossa glicemia;

2. Gorduras induzem à saciedade e à sensação de estômago cheio;

3. Gorduras saturadas e as gorduras poliinsaturadas não possuem qualquer relação com problemas cardiovasculares;

4. Consumir mais gorduras pode auxiliar o corpo a se reprogramar para não acumular gordura;

5. Dietas baixas em carboidratos e ricas em gorduras saudáveis são benéficas à nossa saúde.

Referências:

10 Fontes de gordura, 11 dicas! Saiba Mais Aqui

Gorduras De Menos, Mata Mais! Saiba Mais Aqui

Entendendo As Gorduras! Será Que Engordam Mesmo? Saiba Mais Aqui

Gordura Saturada Faz Bem! Saiba Mais Aqui

Como Curar Diabetes Do Tipo II E Viver Melhor

19 Verdades Chocantes Que Todos Deveriam Saber Sobre Colesterol

David Ludwig e o livro Always Hungry – Harvard low carb, high fat Saiba Mais Aqui

Cochrane | Trusted evidence. Informed decisions. Better health

Conclusão

Conclusão 5 Razões Científicas Para Incluir Gordura Na Sua Dieta Para Emagrecer
Conclusão 5 Razões Científicas Para Incluir Gordura Na Sua Dieta Para Emagrecer

Esqueça os carboidratos refinados porque eles possuem uma grande quantidade de açúcar adicionado e são ricos em glúten.

Açúcar e glúten são péssimos para a sua saúde e são péssimos para seu emagrecimento.

Além disso, você deve comer mais gorduras saudáveis.

Dessa forma, você substitui o carboidrato processado por uma dieta mais satisfatória, que vai te deixar saciado e sem vontade de comer a toda hora.

Esta alimentação rica em gordura e pobre em carboidratos te deixará bem alimentado, com muita energia e disposição, e ainda é muito gostosa!

Se você conferir qualquer programa de televisão sobre culinária verá que todo “Chef” de cozinha afirma que a comida fica mais saborosa com mais gordura.

Você pode comer bastante abacate, coco, óleo de coco, manteiga, azeite de oliva extra virgem, gordura animal, pasta de amendoim integral e oleaginosas.

Mas, tenha bom senso né! rs

Estes tipos de gorduras são saudáveis irão lhe ajudar a emagrecer se você corrigir o consumo de carboidratos.

E não é porque azeite e manteiga são saudáveis que você precisa consumir um litro ou um pote por dia rsrsrs.

Por fim, claro que não é só isso, a dieta deve ser rica em alimentos gordurosos naturais.

Mas, também com outros alimentos saudáveis como legumes, vegetais, proteínas e frutas (essas com moderação se você precisa emagrecer).

Entenda que a gordura pode ser consumida se ela for saudável e com moderação.

Tenha em mente que na fase de emagrecimento os carboidratos (especialmente os refinados) são os seus maiores “inimigos”.

Você pode conhecer uma lista completa de gorduras boas neste artigo.

Se ainda tiver dúvidas que consumir gordura em sua dieta para emagrecer vai funcionar muito bem, deixe-as nos comentários logo abaixo que esclareço pra você.

Descubra mais informações sobre dietas AQUI e sobre como emagrecer AQUI.

Para me seguir nas Redes Sociais e só ir no Facebook AQUI, Instagram AQUI e YouTube AQUI.

Resumo
5 Razões Científicas Para Incluir Gordura Na Sua Dieta Para Emagrecer
Nome do Artigo
5 Razões Científicas Para Incluir Gordura Na Sua Dieta Para Emagrecer
Descrição
Você quer emagrecer, mas ainda tem medo de consumir gordura? Escrevi este artigo especialmente pra você! Descubra porque gorduras saudáveis são suas amigas.
Autor
Organização
Logo
Avalie Este Artigo
[Total: 21 Média: 4.9]