A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre Óleo Vegetal e Porque Excluir De Sua Dieta

Tempo de leitura: 8 minutos

O óleo vegetal é muito utilizado para diversas preparações culinárias, acredito que você ainda utiliza aí em sua cozinha.

Você deve estar cansada de ouvir da Mídia e da Indústria Alimentícia que os óleos vegetais nos fazem bem.

Crescemos ouvindo isso, não é mesmo?

Esses tipos de gorduras que nos vendem como “gorduras boas e saudáveis”, na realidade não são saudáveis para nosso organismo.

Na maioria das circunstâncias em que nós utilizamos estes óleos, para cozinhar, por exemplo.

Eles são na realidade muito inflamatórios e tóxicos para nosso corpo.

Estou me referindo a óleos vegetais extraídos de sementes como: óleo de soja, milho, canola, girassol, etc.

Em qualquer supermercado que você for vai encontrar muito destes óleos.

Hoje você vai aprender porque não deve utilizar estes óleos…

Você Sabe o Que é Óleo Vegetal?

Você Sabe o Que é Óleo Vegetal
Você Sabe o Que é Óleo Vegetal

Óleo vegetal começou a ser produzido a menos de dez décadas.

Este tipo de óleo é extraído de grãos e sementes por meio de processos industriais utilizando muito calor e muita pressão.

Você já deve ter visto uma semente de girassol ou um grão de soja seco, imagine o trabalhão que dará tirar óleo de algo tão pequeno e seco.

Para extrair o óleo vegetal é necessário muito solvente, muito calor e muita pressão, tudo isso faz com que o óleo saia escuro.

Como ele fica escuro é preciso mais um monte de processos químicos para deixar ele “clarinho” e refinado.

Como você encontra nas prateleiras dos supermercados.

Só com estas informações você já percebeu que óleo vegetal não fará nenhum bem para a sua saúde.

Os Malefícios Do Óleo Vegetal:

Os Malefícios Do Óleo Vegetal
Os Malefícios Do Óleo Vegetal

O problema do óleo vegetal é a grande quantidade de gordura polinsaturada.

Essas gorduras em si não são um problema, mas no estado e proporção que elas estão nesses óleos, é um “problemão”.

As gorduras polinsaturadas são os ácidos graxos principais: Ômega 3 e Ômega 6 que tanto se fala.

Em uma dieta ideal a ingestão destes óleos deveria ser na proporção entre 2 (ômega 3) pra 1 (ômega 6) ou no máximo de 1 (ômega 3) para 4 (ômega 6).

Só que nesses tipos de óleos há mais ômega 6 do que o necessário.

Essa proporção vem altamente desequilibrada, chegando a 1 para 16.

Para você ter uma ideia, um americano médio chega a consumir uma proporção de 1 ômega 3 pra 20 ômega 6, até uma proporção de 1 pra 50.

Está gostando do artigo? Que tal baixar gratuitamente o Ebook "20 Receitas Fitness Para Ganhar Massa e Derreter Gorduras!" Então Clique Aqui.

O ômega 6 em excesso acaba se acumulando nas membranas das células.

Este acúmulo contribui para o desenvolvimento de diversas doenças graves.

Quanto mais Ômega 6 excessivo você tem no sangue e nas células, maior o risco de morrer de doenças cardíacas.

Ainda Tem Mais…

Ainda Tem Mais Sobre Óleo Vegetal
Ainda Tem Mais Sobre Óleo Vegetal

Quando você utiliza óleo vegetal para cozinhar, esse óleo vai oxidando no aquecimento e começa a interagir com o oxigênio.

Esse processo produz colesterol oxidado que atua como um radical livre em seu organismo.

Esse tipo de colesterol está diretamente ligado às doenças do coração.

Reutilizando esse óleo o ponto de queima dele se torna menor, e isso o deixa cada vez mais tóxico e perigoso.

Para você ter uma ideia, o óleo de canola, que muitos ainda defendem, se torna tóxico antes mesmo de chegar ao ponto de queima.

Óleo vegetal também pode estar contaminado com agrotóxico e pesticida, que para nossa saúde são péssimos.

Além disso, ainda podem ser feitos de grãos transgênicos e podem conter gordura trans.

Que também são péssimos para a nossa saúde.

A Solução:

A Solução Sobre Óleo Vegetal
A Solução Sobre Óleo Vegetal

Os óleos que você verá a seguir são excelentes para você utilizar no lugar dos óleos vegetais extraídos de sementes (óleo de soja, milho, canola, girassol, etc.).

Mas, não é que esses tipos de óleo vegetal estão liberados para o consumo sem moderação.

Tenha bom senso né!

Não é porque azeite e óleo de coco faz bem que você vai consumir um litro de azeite ou um litro de óleo de coco por dia né rs.

Eles são muito melhores que os demais óleos vegetais, se tiver de usar prefira esses…

Azeite De Oliva Extra Virgem:

A Solução Sobre Óleo Vegetal Azeite De Oliva Extra Virgem
A Solução Sobre Óleo Vegetal Azeite De Oliva Extra Virgem

Ele é rico em gordura monoinsaturada e, quando utilizado corretamente, contribui para a diminuição do mau colesterol (LDL) e promove o aumento do bom colesterol (HDL).

O melhor tipo de azeite para você utilizar é o engarrafado em vidro escuro e que foi feito prensado a frio.

Para conservar suas propriedades armazene em um lugar escuro.

Evite cozinhar com azeite em altas temperaturas.

Se você esquentar muito o azeite ele pode perder suas propriedades boas e pode se tornar tóxico.

De preferência na hora de cozinhar por gorduras mais saturadas, que você verá a seguir.

Falando em gorduras saturadas, se você está atualizado sabe que elas não nos fazem mal, pelo contrário nos fazem muito bem.

Se ainda não sabe, fique tranquila, vou escrever um artigo só sobre gorduras saturadas em breve, aguarde.

Óleo De Coco Extra Virgem:

A Solução Sobre Óleo Vegetal Óleo De Coco Extra Virgem
A Solução Sobre Óleo Vegetal Óleo De Coco Extra Virgem

Ele é extraído do coco e composto por gorduras, e em maior parte pela saturada.

Porém, os triglicerídeos encontrados no óleo de coco são TCM (triglicerídeos de cadeia média), e não de cadeia longa, por isso, são melhores e mais rápidos absorvidos pelo nosso corpo.

Principalmente no fígado, sendo logo convertidos em energia.

E não acumulados em forma de gordura no nosso corpo.

As vantagens é que esse óleo oferece diversos benefícios à saúde.

Pois não produz produtos tóxicos a altas temperaturas.

Ótima opção para você cozinhar e ainda dá um gostinho muito bom, eu utilizo pra cozinhar e tomo junto com meu café (sem açúcar é claro rs).

Quer saber mais sobre óleo de coco? Leia este artigo.

Gordura Animal (Banha):

A Solução Sobre Óleo Vegetal Gordura Animal Banha
A Solução Sobre Óleo Vegetal Gordura Animal Banha

Assim como o óleo de coco a banha é rica em gorduras saturadas.

Outra excelente gordura para você cozinhar porque também não perde todas as propriedades boas quando muito aquecida.

Depois de fritar um bacon, por exemplo, você pode utilizar a gordura excedente para refogar seus legumes e vegetais.

Ficará uma delícia e é muito nutritivo.

Lembre-se sempre de utilizar fogo baixo na hora de cozinhar.

Eu como meus ovos todos os dias fritos na gordura de duas fatias de bacon.

Como o óleo de coco está na “moda” em alguns lugares ele ainda é bem carinho.

Já a banha pode ser uma ótima opção porque o preço é bem mais acessível.

Antigamente se utilizava muita banha e as pessoas não sofriam tanto com doenças graves como nos dias de hoje, porque será?

Manteiga:

A Solução Sobre Óleo Vegetal Manteiga
A Solução Sobre Óleo Vegetal Manteiga

Embora seja vista por muitas pessoas como uma vilã, se consumida com moderação, pode ser muito benéfica.

Ela contém “gorduras saturadas saudáveis”, nosso organismo reconhece estas gorduras como naturais e consegue metabolizá-las tranquilamente.

As vantagens da manteiga é ser uma boa opção para cozinhar, pois não produz produtos tóxicos quando aquecida (utilize fogo baixo para cozinhar).

Resumindo Porque Excluir Óleo Vegetal De Sua Dieta:

1. Você Tem Que Saber o Que é Óleo Vegetal;

2. Deve Saber Os Malefícios Do Óleo Vegetal;

3. Deve Saber Quais Óleos Você Deve Utilizar e Que Não Te Farão Nenhum Mal.

Referências:

A Verdade Assustadora Sobre o Óleo De Cozinha (e Como Ele Pode te Prejudicar)

12 Razões pelas quais eu vi que é melhor PASSAR LONGE do óleo CANOLA

10 Fontes De Gordura Boa, 11 Dicas!

Conclusão:

Conclusão A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre Óleo Vegetal
Conclusão A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre Óleo Vegetal

Acredito que agora você vai pensar duas vezes antes de utilizar óleo vegetal extraído de semente para cozinhar ou para qualquer receita que você fizer aí na sua casa.

Os óleos vegetais mais indicados são os que são prensados a frio e não são refinados, isso mantêm o sabor, a cor e os seus nutrientes.

Fique ligada nisso! E não utilize mais estes péssimos óleos vegetais que falei.

Isso irá deixar a sua dieta muito mais saudável.

Se ainda tiver dúvidas sobre óleo vegetal, deixe-as nos comentários logo abaixo que esclareço para você.

Confira mais informações sobre alimentação fit e saudável AQUI.

Para me seguir nas Redes Sociais e só ir no Facebook AQUI, Instagram AQUI e YouTube AQUI.

Resumo
A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre Óleo Vegetal e Porque Excluir De Sua Dieta
Nome do Artigo
A Surpreendente Verdade Que Nunca Contaram a Você Sobre Óleo Vegetal e Porque Excluir De Sua Dieta
Descrição
Você ainda utiliza muito óleo vegetal em sua cozinha? Sabia que este tipo de óleo é péssimo para sua saúde? Descubra agora o porque e a solução para isso.
Autor
Organização
Logo
Avalie Este Artigo
[Total: 9 Média: 5]